Lançamentos Subversos

 


|

O QUE SE PASSA?

Análises lacanianas e outras histórias

Arquivos da Biblioteca

Editora Subversos e Escola Brasileira de Psicanálise – Seção Rio

O que se extrai de uma análise? Qual transmissão possível a partir dela? Quais consequências políticas extrair de seu testemunho? Essas e outras perguntas levaram a Seção Rio da Escola Brasileira de Psicanálise a promover a atividade Mesa de Passe, coordenada por Ana Lucia Lutterbach Holck.

Mesa de Passe se centrou em entrevistas e textos apresentados a partir da proposta do passe, de Jacques Lacan. Havendo o reconhecimento da experiência de um impossível que se desenhou em um percurso de análise – um impossível que cria os possíveis na vida de alguém – há uma nomeação e uma tarefa: o Analista de Escola porta por três anos a tarefa de testemunhar o que se transmite de sua análise com um novo endereçamento em vista, a Escola.

Esta publicação é o resultado da experiência de um encontro do passe com as questões políticas que dele surgem para a Escola de psicanálise. Pois, se o coração da experiência de uma análise se constitui a partir de restos do dizer, é com tais restos que se poderá fazer valer a política de uma Escola de analistas.

_________________________

|

|

Ódio, segregação e gozo.

Coleção Andamento

Editora Subversos e Instituto de Clínica Psicanalítica do Rio de Janeiro.

|

Em maio de 2010, o Instituto de Clínica Psicanalítica do Rio de Janeiro e a Seção-Rio da Escola Brasileira de Psicanálise organizaram o Colóquio Figuras Lacanianas da Crueldade: segregação, ódio e gozo, que contou com a coordenação de Marcus André Vieira e Romildo do Rêgo Barros e com a participação dos convidados Antônio Teixeira e Ram Mandil, psicanalistas de Belo Horizonte, Ana Lucia Lutterbach Holck e Cristina Duba, psicanalistas do Rio de Janeiro, o filósofo da UFF Cláudio Oliveira e participação muito especial do sociólogo Luiz Eduardo Soares. Do trabalho ali realizado, entre os textos apresentados e um vivo debate, tensionados entre o extremo da clínica psicanalítica e impasses da civilização, surgiu a ideia de se confeccionar esse livro. Ódio, segregação, gozo, ato, capitalismo, burocracia… pontos limites que foram costurados por um fio de delicadeza. Eis um trabalho p ercorrido de uma forma surpreendente; uma leitura para longe de versões do senso comum.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: